Ambiente Seguro Ambiente Seguro
Código: 15253


Não disponível

Enviar
Avise-me quando estiver disponível
Roda de Hécate Strophalos Ouroboros Produto Artesanal Loja Wicca Old Religion Wicca Bruxaria Paganismo
0047hlnpr
Product ID: 15253
Product SKU: 15253
Roda de Hécate (Strophalos) e Ouroboros

Descrição do Produto: Produzido em madeira pirografada

Dimensão: 25cm / Peso: 250g

Informações Adicionais: A Roda de Hécate ou Strophalos é considerado um símbolo da moderna bruxaria representando a Deusa Hécate Tríplice. Sua origem remonta ao Oráculo Caldeus, onde era conhecido por conter a serpente da vida. É usado hoje como um símbolo de devoção à Hécate, representando suas três faces. Ou mesmo para atrair ou banir energias.

O símbolo é formado por um círculo externo que é considerado a Alma Cósmica do Mundo. Dentro do círculo encontramos uma serpente desenhando um labirinto significando a vida, a força de todas as coisas, bem como nascimento e renascimento. Após a cobra há um outro círculo que simboliza nossa soberania e a conexão com a força da vida e também com Hécate. Por fim, ao centro há um figura com seis pontas e um outro círculo em seu centro, que pode ser interpretada como as estrelas, o sol ou mesmo uma flor. A interpretação da flor é derivada do próprio Oráculo Caldeus que se referia a Deusa como a "rosa de fogo da criação".

Ouroboros ou oroboros é o "devorador de cauda" descrito em antigos textos egípcios, indianos, japoneses e gregos. Para os antigos astecas era o Deus-serpente (Serpiente Emplumada ou Quetzálcoatl) que surge mordendo a própria cauda. É, também, um dos símbolos do Deus Janus e da serpente Jörmungandr e associado ao símbolo do ying e yang.

Associado a criação do universo, o ouroboros simboliza o ciclo da vida, o infinito, a mudança, o tempo, a evolução, a fecundação, o nascimento, a morte, a ressurreição, a criação, a destruição e a renovação.

Em algumas religiões africanas o ouroboros referencia o semideus Aidophedo, aquele que morde a própria cauda. Na Índia é representado pelo dragão que circula uma tartaruga que leva quatro elefantes que seguram o mundo, em alusão a força da criação.



Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


Receba Descontos Especiais e Ofertas Exclusivas em seu E-mail